November 19, 2018

November 10, 2018

November 1, 2018

October 2, 2018

September 4, 2018

August 29, 2018

Please reload

Posts recentes

Kalindi - De mim para o mundo com todo o amor do mundo

December 17, 2018

1/5
Please reload

Postagens em destaque

Amamentar é questão de saúde pública e deve ser responsabilidade da sociedade toda!

1 Aug 2018

Hoje começa a semana mundial da amamentação e o meu desejo é o de que um dia todas as mulheres possam fazer escolhas realmente conscientes sobre o tema e, mais, que a sociedade apoie essas escolhas e não as torne um trabalho herculeo!

Que todas possam entender que não é sobre “ter ou não ter” leite. Nem sobre este leite ser “forte”. Todas temos leite e ele sempre é forte. O que acontece na esmagadora maioria das vezes é: pega errada, confusão de bicos, demanda limitada e falta de apoio que levam à dor, diminuição do leite e desmame precoce. Muito menos é sobre amar mais ou menos seus filhos. Eu acredito que existam mães melhores ou piores na função, mas definitivamente não é amamentar ou não e nem por quanto tempo que vai indicar isso.

Queria que todas as mulheres soubessem que toda essa “treta materna” deveria ser sobre uma indústria muito poderosa, um conceito muito limitante de vida e produtividade e uma mentira reiterada que nos contam desde que nascemos: a de que quem sabe de tudo são os médicos.

Eu realmente tenho ZERO problemas quando uma mulher escolhe não amamentar seja pela razão que for e já dei inúmeras provas disso na minha vida. Não julgo e nem julgarei mulheres que queiram dar fórmula, chupeta, danoninho ou que quer que seja embora me doa muito que muitas vezes a escolha não seja bem uma escolha e sim um grito de desespero.

Agora, sistema opressor e indústria que coloca em último plano a saúde de bebês e mães em prol de seus dividendos vai levar porrada sempre que possível! Seja médico, enfermeiro, empresário, a mídia, o pai ou as avós!

Porque a maioria de nós pode amamentar sim e precisa saber disso! Precisa saber que é a chupeta e a mamadeira que atrapalham a amamentação (e o peso da criança). Precisa saber que regular as mamadas é que diminui a produção e ainda causa inúmeros problemas à mãe como mastite. Precisa saber que o sistema literalmente cria o problema para vender a solução e que nós e os nossos bebês é que pagamos este preço.

 

Amamentar só será realmente escolha quando o sistema todo nos apoiar. Porque não adianta a escolha ser a mulher ter que levar a amamentação a um nível de renúncia de vida absurdo. Eu mesma não creio que amamentaria por muito tempo em outras condições. E não acho que precise a maternidade deveria ser essa renúncia toda para ganharmos o troféu de sofredoras master. Não deveria ser, mas muitas vezes é! 

Amamentação é questão de saúde pública e deve ser responsabilidade da sociedade toda! A mulher que amamenta está prestando um serviço social que inclusive lá na frente economizará dinheiro ao Estado e ela deveria ser apoiada e incentivada e, caso não seja do desejo dela fazê-lo respeitada! 

O que nós todos, enquanto sociedade precisamos é dar informação, apoiar e acolher.

E não esqueçam que dia 4 tem a Hora do Mamaço no MON aqui em Curitiba e tem eventos pelo Brasil todo! ☺️

 

 

Sobre A Hora do Mamaço e a programação prevista, saiba mais aqui:  

 

"A Hora do Mamaço é uma ação realizada anualmente durante a Semana Mundial do Aleitamento Materno.


O evento é realizado por mães que se unem e buscam apoio para viabilizá-lo com o propósito de engajar a sociedade com a temática da amamentação. O evento acontece em vários lugares simultaneamente, se você não for de Curitiba pode ser que esteja acontecendo um na sua cidade!

 

Desejamos realizar um grande movimento nacional com o máximo de pessoas/empresas/órgãos/instituições que apoiem incondicionalmente a amamentação. Queremos levar essa conscientização para as crianças, por isso tragam seus pequenos também!

 

AMAMENTAR NO BRASIL É UM ATO POLÍTICO E UM CASO DE SAÚDE PÚBLICA! Todos precisam saber disso.

 

Neste ano celebra-se 26º aniversário da Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM) que busca incentivar ações conjuntas mobilizadas pela sociedade em favor da promoção da amamentação. 

 

O evento ocorre em várias capitais do Brasil e em mais 120 países, e é conhecida como a “Hora do mamaço”, onde mães se reúnem para amamentar seus filhos para fomentar esse movimento nacional.

 

A comemoração acontece desde 1948 pela Organização Mundial da Saúde (OMS), no entanto em 1990, com o documento chamado “Declaração de Innocenti”, organizado pela OMS e UNICEF, formulou-se uma Aliança Mundial de Ação pró-Amamentação (WABA - World Alliance for Breastfeeding Action), a qual criou em 1992 a “Semana Mundial de Aleitamento Materno”, para promover as metas da referida declaração.

 

No Brasil, desde 1999 quem coordena este movimento é o Ministério da Saúde, o qual é responsável pela adaptação do tema para o nosso país e elaboração e distribuição de cartaz e folder, bem como, tem o apoio de Organismos Internacionais, Secretarias de Saúde Estaduais e Municipais, Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, Hospitais Amigos da Criança, Sociedades de Classe e ONGs.

 

O lema deste ano é: "Amamentação é a base da vida"!"

 

FONTE: A HORA DO MAMAÇO CURITIBA

FOTO: JONAS BODRUK

 

 

Please reload