November 19, 2018

November 10, 2018

November 1, 2018

October 2, 2018

September 4, 2018

August 29, 2018

Please reload

Posts recentes

Kalindi - De mim para o mundo com todo o amor do mundo

December 17, 2018

1/5
Please reload

Postagens em destaque

Crenças Limitantes

4 Sep 2018

 

 

 

De todas as ferramentas que eu trabalho comigo mesma e com as minhas clientes, uma das mais poderosas certamente é a de ressignificar crenças limitantes.

Crenças são afirmações que nos dizemos e que se tornam - ao menos para nós - verdades absolutas e premissas sobre as quais construiremos o nosso mundo particular e o nosso próprio modo de viver.

Crenças podem ser motivadoras ou limitantes e sempre serão apenas uma versão da realidade facilmente contestável quando desafiadas à luz da lógica e da realidade. Quando elas estão nos limitando o segredo é transformá-la em uma crença que permita ou que motive. Ressignificar!

Eu particularmente acho mais fácil essa segunda parte. Desafiador mesmo, ao menos para mim, é encontrar as crenças limitantes por trás dos meus comportamentos nocivos, dos meus ciclos de autosabotagem, dos meus processos de autoengano.

Mais importante ainda, é tirar o mato do sistema da frente para enxergar as crenças que nos contaram e que por muito tempo acreditamos ser leis universais: mulheres são mais emotivas, choram e falam demais!

Crenças se transformam em sombras e nos tomam de assalto quando menos esperamos! Crenças nos levam ao julgamento das outras pessoas e de nós mesmas e vão nos sufocando com as nossas próprias mãos.

Por essas e outras eu dou bastante atenção a elas nos meus processos com as mulheres que passam por mim. Sempre há muito trabalho quando nossa inteira existência foi pautada em crenças que destroem nossa autoestima, que nos fazem sentir não merecedoras, choronas, chatas, controladoras ou mandonas (para citar apenas alguns exemplos de crenças que eu trabalhei em mim mesma e com tantas mulheres!).

Toda vez que uma vozinha dentro de você disser que você não é capaz, que é impossível, que não é pra você ou que você não vai conseguir, antes de desistir, pergunte-se se não há ali uma crença te limitando. Pode ser que não, mas pode ser que sim! Vale a pena no mínimo descartar essa possibilidade, não é mesmo?

Quando tiramos as crenças da frente e ficamos apenas com os fatos, qualquer plano de ação se torna muito mais factível e sustentável em todos os sentidos!

E, claro, se precisar de ajuda, estou aqui para te apoiar no processo!

Lembrando que no próximo dia 15/09 começam as inscrições para a nova turma do Coaching Online em que trabalhamos crenças e muito mais!

Vamos juntas?

Please reload